Chamado e Vocação, Falando de EDUCAÇÃO, Falando de Ministério Infantil, FAMÍLIA, Sem categoria

Compaixão pelas Crianças

          Ao refletir sobre o que me faz trabalhar com crianças e amar o serviço entre as crianças eu poderia citar muitas coisas, mas ao pensar em uma palavra que resumiria essas muitas coisas eu pensei em COMPAIXÃO. Eu ainda era uma adolescente quando comecei a trabalhar com crianças. Fortemente inspirada por uma tia da minha infância a vontade de trabalhar entre as crianças era a minha motivação. Mas trabalhar com criança é chamada de Deus! Se cedo ou tarde você não ouvir o chamado de Deus eu te aconselho a refletir em sua prática. Nem todo mundo é chamado para trabalhar com crianças, nem todo mundo precisa trabalhar com crianças, mas a grande verdade é que todo mundo tem que amar as crianças! Jesus nos ensinou isso, precisamos amar o nosso próximo, como nós amamos a nós mesmos, e as crianças também são nosso próximo. As crianças possuem necessidades especiais, e elas travam batalhas pessoais, espirituais e silenciosas. Elas precisam de instrução! Jesus mostra o seu amor para com as crianças quando no meio de uma pregação pega uma criança pequena, coloca em seu colo e começa a discursar sobre quem é o maior no reino dos céus. Ele fala que qualquer que não for como uma criança, no sentido de humildade, não herdará o reino dos Céus. Jesus teve compaixão pelas crianças! Quando os discípulos no intuito de ajudar a manter a ordem quiseram afastar as crianças de sua presença, Ele se indignou então começou seu discurso.  Que inclui a parábola da ovelha perdida e termina nos advertindo a não desprezar as crianças.

                Quando eu olho para o sentido etimológico da palavra Compaixão eu encontro a definição de piedade e capacidade de sentir o que o outro sente. Creio que é isso que Deus espera de nós: Compaixão! Muitas vezes olhamos para as crianças como superiores, a vemos com tábula rasa onde podemos imprimir o que quisermos, por vezes desconsideramos a criança com ser humano igual a nós com necessidades, sentimentos, frustrações e até problemas. Deus não quer isso! Espero que este texto te faça refletir sobre a sua forma de olhar e tratar as crianças! Deus abençoe!

Com amor Sunamita

Em 16/08/17

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s